Como os casais devem declarar o IR 2009 para pagar menos e aumentar a restituição?

Quem é casado tem seis modos de declarar o Imposto de Renda e deve testar cada uma das opções para escolher o jeito em que o casal pagará menos IRPF ou receberá a maior restituição possível. Quando se declara sozinho o IR, o próprio programa da Receita sugere qual modelo de entrega trará mais vantagens para o contribuinte.

No caso de quem tem esposa ou marido, é necessário escolher manualmente para pagar menos. E a melhor forma de saber quanto o casal pagará ou receberá de restituição em cada jeito de declarar o imposto de renda é simular cada um dos modos disponíveis para casados pela Receita Federal.

Os especialistas garantem que, com as seis simulações possíveis, todos os contribuintes podem ter certeza ao optarem pelo método que oferecer a maior vantagem: menos imposto a pagar ou mais restituição a ser devolvida.

Quais são as opções de declaração do IR para casados?

Atualmente, para entrega do Imposto de Renda Pessoa Física 2009, a Receita oferece aos contribuintes casados as seguintes alternativas na hora de entregar a declaração anual de ajuste do IR:

  1. os dois contribuintes declaram juntos com o modelo completo
  2. os dois contribuintes declaram juntos pelo modelo simplificado
  3. os dois contribuintes declaram separados com o modelo simplificado
  4. os dois contribuintes declaram separados pelo modelo completo
  5. os dois contribuintes declaram juntos pelo modelo completo e colocam a mulher como dependente do marido
  6. os dois contribuintes declaram juntos pelo modelo completo e colocam o marido como dependente da mulher

Apesar do trabalho que parece dar todas as simulações, para quem tem muito imposto a pagar ou muito imposto retido na fonte, ou seja, passível de ser restituído, compensa o esforço. Fazendo todas as formas possíveis é possível saber com exatidão o jeito que oferecerá a melhor relação imposto a pagar versus imposto a ser recuperado via restituição.

Regra geral para casais facilita escolha do jeito de declarar o IR

Se você não tem nenhuma fortuna em jogo, ou não quer passar muito tempo brincando de contabilista com o programa de declaração do IRPF 2009, é possível seguir uma regra genérica que na maior parte dos casos acaba sendo a melhor opção:

  • Declarar em separado e cada um dos cônjuges usa um modelo. O que tiver a maior renda usa o modelo completo e concentra todos os abatimentos cabíveis no caso da família, como filhos, investimentos em educação dos filhos, gastos com plano de saúde e etc. O outro, de menor renda acumulada no ano-base, declara pelo modelo simplificado, com desconto de 20% e sem necessidade de informar nenhuma despesa.

 



IRPF - Inicio